Resenha Livro Gosthgirl

Olá, como estão vocês? Espero que estejam todos bem. Hoje trago uma resenha de um livro incrível Gosthgirl, espero que gostem e me digam o que acharam.

Descrição do livro: Charlotte Usher está no último ano do ensino médio e se sente praticamente invisível na escola, até que um dia fica invisível de verdade. Pior ainda: morre. E tudo por causa de um cara e uma bala de goma. Mas ela está tão desesperada para ser popular que o desejo permanece mesmo após sua morte repentina. Aproveitando suas habilidades de fantasma, Charlotte não descansará enquanto não conseguir o amor de Damen, o garoto dos seus sonhos.PicsArt_08-24-08.18.51

Resenha: 

Charlotte Usher é uma garota bem insistente sobre o que quer e esse egoísmo acaba sendo irritante as vezes, suas maneiras de agir apenas como quer e sem pensar nas consequências. -Mas quem não é assim um pouco as vezes né?! rs’-

Bem, apesar desse egoísmo isso não foi o suficiente para não gostar de Charlotte, já que graças a suas insistências -mesmo depois de morta-, em querer ser popular e conquistar Damen Dylan -que é um jogador de futebol e o garoto mais bonito e popular da escola-; é que acaba ajudando Scarlet ser uma garota mais amigável.

Scarlet -minha personagem preferida rs- é irmã de Petula que é a garota mais popular da escola e a atual namorada de Damen e por cima de tudo é uma líder de torcida, porém Scarlet é completamente diferente da irmã com seu estilo mais gótico e antissocial.

O fantasma de Charlotte traz bastante confusões com essa história de não ter partido de vez por ter um assusto pendente a resolver, e achar que esse assunto é conquistar Damen. Tanto o mundo dos mortos e dos vivos acaba virando uma confusão no fim, e as ações de Charlotte coloca os outros fantasmas que estão com ela – outros jovens que assim como ela não partiram de vez- em risco, os outros já aceitaram que são fantasmas, mas isso é algo que Charlotte não está disposta a fazer.PicsArt_08-24-08.24.35

 

O livro em geral é bem divertido e envolvente, particularmente amei, o humor dele faz você se envolver de uma maneira que não quer parar de ler e quando acaba quer mais. É uma leitura bem leve e despretensiosa.

O livro tem continuação, o que fiquei sabendo só depois que já tinha comprado o livro, mas o triste mesmo é que só consegui encontrar o 2° livro na Saraiva e está em inglês, até gostaria de comprar, porém achei caro e nem se quer encontrei o 3°. Não lembro se cheguei a encontrar em e-book, mas mesmo que tivesse não consigo ler o livro se não físico, não me julguem ^-^.PicsArt_08-24-08.27.29

Bem não sou boa em resenhas ou coisas do tipo, percebe-se, mas vou tentar melhorar! É isso espero que tenham gostado, super recomendo o livro e mesmo só dando para comprar o primeiro não faz diferença, dá para ler e ficar numa boa.

13902760_1067531016662684_2802578060920978515_n

Resenha: Mathilda Savitch – Victor Lodato

Mathilda Savitch

11272768_823072484441873_704328411_n

 

Sinopse: Medo é algo que não existe para Mathilda Savitch. Ela encara o que a maioria das pessoas prefere nem mencionar: por exemplo, o fato de que sua querida irmã mais velha está morta, jogada na frente de um trem por um homem ainda à solta. Seus pais, consumidos pelo luto, agem como sonâmbulos. A missão de Mathilda é chocá-los para trazê-los de volta à vida. Sua estratégia? Ser malvada. Assim, ela inicia uma investigação que expõe tudo o que a irmã possuía de mais secreto — e-mails, cadernos, qualquer coisa que sua determinação e astúcia consigam encontrar — no momento em que todos a seu redor querem apenas esquecer a dor. No entanto, o que Mathilda não sabe é que precisará arriscar muito, e deixar para trás tudo o que ama, a fim de descobrir a verdade.  Um livro de paixões impossíveis e humilhações devastadoras, que mostra como podemos ao mesmo tempo amar e odiar nossa família. Surpreendente, engraçado, comovente, estranho, verdadeiro, encantador e, no final, emocionante. Mathilda Savitch é uma estréia impressionante.

Narrado em 1° pessoa, por Mathilda, um livro que irá te surpreender e prendera sua atenção desde as primeiras palavras, onde em seu primeiro romance Victor Lodato soube fazer uma obra incrível que você não se arrependera de ler, retratando uma ficção, mas que expressa de uma maneira incrível a adolescência com palavras excelentes.

Mathilda Savitch é uma garota que está entrando em sua adolescência, que apesar de não citar sua idade no livro, fala claramente. Uma jovem que está começando a lidar com as várias mudanças de seu estado de humor, sentimentos e decisões. E acompanhada desse emaranhado de sentimentos ainda tem que lidar com a perda de sua irmã mais velha, Helene, enquanto seus pais estão afogados em um profundo luto e não dão atenção as suas dores da adolescência. Ataques terroristas. E para piorar sua situação terá que se afastar de sua melhor amiga Anna.

11297523_823072544441867_1882045443_o

Ela é uma garota de uma personalidade forte e admirável, muitas vezes maldosa (em todos os sentidos rs’), mas com certa sensibilidade e está disposta a desvendar os mistérios e histórias de sua irmã.

Mathilda se envolve em uma busca solitária para desvendar a morte de sua irmã, em meio esse caminho acabará descobrindo alguns e-mails e cartas da sua irmã e irá atrás para descobrir sobre quem e o que se trata.

11297250_823072547775200_1825301059_o

 

Iae aqui é Jack e espero que tenham gostado e entendido mais ou menos o que quis dizer sobre Mathilda Savitch, não sou muito boa em fazer resenhas e está  meio ‘trash’, mas fazer o que né?! rsrs’ 😉 Só o que tenho a dizer é que amei cada página deste livro e super recomendo…. Já leram?  Oque acharam?

Xoxo

Resenha literária: Extraordinário (R. J. Palacio)

Um livro lindo que super recomendo, ele mostra o quanto não devemos observar apenas a aparência das pessoas, que a beleza está além do exterior, está em você ser um alguém compreensivo, educado e de bom coração, não menosprezando as pessoas sabendo lidar com suas qualidades e defeitos. Todos temos um lado bom que predominara, mas algumas pessoas ainda não descobriram esse seu lado.

Não julgue um livro menino pela capa cara.

IMG_20140831_171055

August é um menino que sofre de um raro tipo de doença(deformação), mas ele encara esse fato muito bem e não liga para o que as pessoas acham e nem liga mais para quem olha para ele e se assustam. Sua família lhe ama muito, até porque ele é divertido e um bom garoto. A questão é que August nunca foi realmente a escola apenas sua mãe que lhe ensinava em casa e seus pais acham que está na hora de ele ir para uma escola e depois de se resolverem ele vai.

Ele terá que aguentar firme pois será tudo muito diferente e muitos não irão querer falar com ele mais ele também fara amigos e com o de correr da história tudo irá mudar.

August também tem uma irmã que o ama muito e faz de tudo por ele. Ela é uma garota esperta e compreensiva que apesar de estar passando por a adolescência e indo para uma nova escola e conhecendo novas pessoas.

August é um garoto extraordinário e consegue cativar o coração de todos no fim de tudo e garanto que também irá cativar o seu.

Os capítulos são de forma em que cada um narra uma parte começando por August depois sua irmã e seus amigos e assim por diante.

Como já diz o título o livro é extraordinário e você vai se encantar com ele. Desculpem pôr a resenha não muito boa mais tenham esperança um dia serão boas rsrs’ … Ótima leitura a todos… bjbj

13902760_1067531016662684_2802578060920978515_n

Resenha literária: Perdida (Carina Rissi)

Perdida esse é um daqueles livros que quando você termina de ler diz para si mesma; Não tem como alguém ler esta maravilha e não gostar? Recuso-me a acreditar neste alguém.rsrs

Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo.

10609280_360546100759330_1901582635_n

Já imaginou se de repente você vai parar no século 19? Não? Bom, isso é o que acontece com Sofia Alonzo e ela vai ter que descobrir um jeito de voltar para o seu futuro.

E para isso ela teve a grande sorte de contar com a ajuda de Ian Clarke, um rapaz lindo, educado e totalmente encantador. Sofia acaba ficando na casa da família Clarke, onde tem a irmã de Ian, uma garota doce e meiga, Elisa que vai de cara com Sofia mesmo ela sendo uma estranha.

No desenrolar da história onde Sofia procura por saber como voltar para casa ela não contava com o fato de se apaixonar por Ian e quando chega o momento dela partir ela terá que decidir entre voltar para sua vida com todo seu conforto, emprego, tecnologia, sua melhor amiga Nina, ou, ficar com o seu amado…

Bom leiam e descubram se deliciando nessa história apaixonante, você se surpreende a cada página, pois além de uma história linda ela tembem é bem engraçada, você se pega rindo atoa.

Espero que tenham gostado,ainda estou tentando melhorar no fato de como escrever as resenhas..rsrs.. E espero que gostem do livro, pois amei particularmente como já disse. Boa leitura.

13902760_1067531016662684_2802578060920978515_n

Resenha literária: A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista

Olá pessoas, como estão? Espero que bem o post de hoje é mais uma resenha literária feita pela Jaque, então vamos nessa:P1010629

Se você está afim de uma leitura bonita e rápida eu recomendo A Probabilidade Estatística do Amor à  Primeira Vista.

Um livro onde tudo acontece em 24 horas, mas pra quem está apaixonado horas são uma eternidade e quando menos se espera terminou e só pareceram minutos.

Hadley nunca imaginou que quatro minutos mudariam sua vida, quatro minutos que a fizeram perder o voo para Londres e assim ela conhece Oliver, um lindo britânico, fofo e gentil, que por coincidência senta a seu lado no avião e nesse tempo eles criam laços provando que o tempo é relativo.

Hadley está indo para um casamento onde acaba sendo surpreendida e percebe o quanto é fácil odiarmos alguém enquanto não a “conhecemos”, mas podemos também nos enganar.

Em meio a encontros e desencontros de Hadley e Oliver nasce um amor.

Minha opinião:

Uma história que se passa em 24 horas e tem a magia do destino, o amor, família e é divertido, bom a relatividade entre o tempo e o destino e assim como a dor da perda é inesperada as vezes  nascimento do amor, também.

” Há dias, nessa vida dignos da vida, e outros, dignos da morte.”

(Charles Dickens, Nosso Amigo Comum)

XoXo ♥13902760_1067531016662684_2802578060920978515_n